Curta Nossa Página do Facebook!


  • 6

    Como sobreviver a uma rebelião de robôs

    Sr. Trollface 28 abril 2010

    Apague o rebelde

    Todo robô que interage e pode machucar humanos (como os cortantes, em fábricas) tem uma alavanca de emergência que o trava em caso de ameaça. Confira se esse interruptor está funcionando ou se ele foi arrancado pelo rebelde.

    Rode o antivírus

    Quando possível, conecte o robô a um computador e vasculhe a memória em busca de alguma ordem não programada. Robôs não saem da fábrica com desejo de matar pessoas. Mas um vírus pode bagunçar suas prioridades.

    Faça o teste da cerveja

    Todo robô é feito para obedecer ao comando humano. Por isso, dê uma ordem, qualquer ordem, a seu servo de lata. Mande-o pegar uma cerveja, por exemplo. Se ele não voltar com a gelada, é porque a revolução começou

    Finja não ser humano

    Os sistemas robóticos de análise facial são ótimos. O japonês Asimo, celebridade da categoria, reconhece pessoas comparando o que vê com um arquivo de imagens. Tente enganá-lo usando capuz e óculos espalhafatosos.


    Mude sua temperatura

    Robôs são frios; humanos, quentes. Confunda o detector de calor deles com folhas de alumínio dentro da calça, melecando o corpo com lama e usando colares de um metal frio. Gelado, você pode ser percebido como robô.

    Sebo nas canelas

    O "preparo atlético" dos robôs não é dos melhores. Dificilmente você será alcançado numa corrida. Se perseguido, saia do asfalto ou suba escadas: os cálculos que o robô terá de fazer para andar nesses terrenos vão atrasá-lo.

    Engane a inteligência artificial

    Armas guiadas por cérebros artificiais atiram calculando a provável trajetória do alvo. Vá a um ponto e saia correndo no sentido oposto. Se o robô se aproximar, dê voltas ao redor dele. O sensor de distância entrará em curto.

    Contra robô, vale dedo no olho

    Câmeras são os olhos do robô e a parte mais exposta de sua estrutura. Bata com um pedaço de metal pontiagudo ou jogue água e terra. Como robôs não têm dedos, terão dificuldade em limpar a sujeira. Se você tiver o azar de ser perseguido por um do tipo "modular", capaz de se dividir em pedacinhos e depois se reconfigurar, jogue areia ou poeira enquanto ele estiver mudando de forma. Ele literalmente vai trocar os pés pelas mãos ao tentar voltar ao normal.


    6 comentários:

    Fabricio bezerra da guia disse...

    kkkkkkkkkkk outro jeito de eitar uma rebeliaõ das maquinas étorcendo que elas funcionem em windows,aí ia travar um bocado

    Thiago Batticelli disse...

    kkkkk Muito útil seu post.. mas não seria mais fácil jogar água neles????

    Pobre esponja disse...

    oboêmia é a melhor, só perde para a Brahma Chips!

    abç
    Pobre Esponja

    indivídua disse...

    huahuhauahaha

    me lembrou o manual de sobrevivência contra zumbis

    http://celuliteseoutrasestranhezasdemulher.blogspot.com/

    B. disse...

    uyhusdhusiadhisuha.
    muito bom!

    Pedro pelisson disse...

    pior eu sou gay mais gosto de homens..
    bjuss gato

    Postar um comentário

    :a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p