Curta Nossa Página do Facebook!


  • 11

    Como ter uma banda de sucesso (sem precisar de talento!)

    Sr. Trollface 02 agosto 2010 ,

    Seja bonito. Ou muito feio.

    Peque pelo excesso. Foi assim que a Lacraia, ícone da bizarrice funk, conseguiu seu estrelato. Boa aparência também ajuda. Os garotos da Milli Vanilli, dos anos 90, eram modelos contratados para dublar a música criada por músicos feinhos. Chegaram a ganhar um Grammy antes de a farsa ser descoberta.

    Faça tipo.

    Uma personalidade forte esconde bem a falta de talento. Escolha a sua: um sambista de raiz, uma cantora virgem ou um roqueiro rebelde? Cheio de atitude, Sid Vicious, baixista do Sex Pistols, foi a cara do movimento punk. Mas, nas gravações, o guitarrista Steve Jones tocava no lugar dele. Nos shows, os colegas desligavam o baixo de Sid do amplificador.

    Se você é ruim, seja pior.

    Ser escrachado dá ibope. A banda curitibana Bonde do Rolê criou um mix de funk carioca com rock e música eletrônica. Acontece que o grupo não sabe dançar, rebolar nem é familiarizado com funk. A descoordenação no palco rendeu a eles shows pelo mundo.

    Arranje um pistolão

    A maioria das boy bands que existem hoje nasceu de produtores experientes que apadrinharam rostinhos bonitos com pouco talento. Eles têm contatos nos programas de TV e conseguem emplacá-lo facinho em algum show de auditório.

    Crie polêmica.

    Arranje uma opinião para defender e um inimigo para atacar. Talento à parte, Lobão voltou à mídia ao lançar um disco em bancas de jornal, desbancando as gravadoras. Mas cuidado. Quando a cantora Sinead O Connor rasgou a foto do papa na TV, sua carreira acabou.

    Não deu certo?

    Então encha a banda de gostosas, mes­mo se você for mulher. Fausto Fawcett, criador de Káthia Flávia, a moça da calcinha exocet, fez de seus shows performances com cenas artísticas e poesia sensível. Não deu certo, então ele resolveu levar mulheres para o palco. Sucesso nacional.



    Creditos»» Revista Superinteressante

    VISITE:

      

    11 comentários:

    Edwin disse...

    haushhasa, é tudo verdade... e a polemica realmente funciona!



    http://agendaeconteudo.blogspot.com/

    http://doquequiserfalar.blogspot.com/ disse...

    Eu acho que eu já vi essa matéria na SuperInteressante... De qualquer forma, é ótima.

    Ítalo Richard disse...

    Excelente post. Muito interessante!

    www.todososouvidos.blogspot.com
    :)

    Guilherme Bayara disse...

    Adorei!
    Nada mais do que fatos!

    Anônimo disse...

    Ela acha q viu na Superinteressante...BURRA ele falo que viu na Suoerinteressante!!

    manollo disse...

    Deu certo,...foi.

    Compartilhe o conteúdo do seu blog ou site. Veja as principais notícias do dia! Acesse:

    http://twixar.com/ljpcl

    Anônimo disse...
    Este comentário foi removido por um administrador do blog.
    andrew macarthy disse...

    Da memsma forma que existem inumeros exemplos de cantores e bandas que fizeram sucesso sendo bons "apenas".
    E tenho dito

    ass. www.andrewmacarthy.com

    Ricardo disse...

    A SUPER só esqueceu de falar pra usar calça colorida igual nas figuras, ai é sucesso na certa!

    Everton Campos disse...
    Este comentário foi removido pelo autor.
    Anônimo disse...

    Interessante a postagem. Apenas uma correção: Sinéad apenas queria denunciar a pedofilia na Igreja Católica, em especial da Irlanda, que estava tentando abafar um escândalo envolvendo padres pedófilos. Quase quinze anos depois, a Igreja foi condenada a pagar indenização e o Papa Bento XVI teve que pedir desculpas aos católicos. Deveria, também, ter pedido desculpas à Sinéad, cuja carreira ainda segue bastante sólida, embora bem mais discreta,

    Postar um comentário

    :a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p